Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, novembro 23

Mares do coração

Eu já fui triste,
já quis pertencer a alguem.
Hoje eu sou apenas um viajante que passeia
pela vida e que busca seus próprios amores


E que para não viver só
ama a tudo e a todos.
Às vezes tenho medo que os passantes
pensem que sou um qualquer


um vulgar, sem sentimendo
da balburdia, da esbórnia.
Entretanto, na verdade sou apenas um navegante
que tenta entregar-se a todos


Sonhando encontrar e viver o amor que me cabe
que me é direito, se é que ele realmente exista.
Todos os dias eu penso
imagino e sonho acordado


Com uma forma de ser feliz
ainda tão desconhecida e distante
com algo que nunca experimentei
e que não sei qual é o gosto.


Eu me deixo sonhar,
me permito envolver
se prometer ficar um pouco mais..
Eu estou quase a caminho de acreditar...

sexta-feira, novembro 19

Sem sentido

Não entendo a maldade no coração dos humanos
e esse prazer pelo sofrimento alheio
Me questiono sobre a legitimidade das palavras,
dos sentimentos e ate das próprias pessoas.


Até onde um ser alguém é capaz de chegar?
Qual é o nivel de ódio, rancor e ruindade?
São tantas perguntas e dúvidas,
De repente o chão desapareceu.


Perdido.
Não há como saber em quem confiar.
Há tantas versões, tantos boatos
Estou cansado de tantas meias verdades


Agora procuro não saber,
A minha neurose causa estragos significativos em minha vida,
nos meus dias, e no convivio com a sociedade
Eu fujo de mim mesmo.


Sou louco e alucinado
mas mantenho meu status,
não tiro a minha mascara e 
me escondo atrás do super disfarce.


Não há em mim mentiras mal contadas
ou omissões receosas,
sou de momentos,
o que a noite desejar


O que a vontade me pedir.
Eu não passo vontade, eu não me limito.
Me morda e eu lhe como,
quando sou ruim não tenho medo de ferir.


Sou bicho selvagem e indomável,
nada domesticável.
Sou tantos, tantas, que me bagunço no ser ou nao ser.
A pergunta é: Qual é mesmo a questão?

segunda-feira, novembro 8

Hoje eu acordei e vi

Hoje eu acordei e vi
Que nem sempre as minhas vontades
são respeitadas, que em grande parte das vezes
eu não tenho a razão


Posso ser insignificante para algumas pessoas,
outras mentiram tanto, me iludiram,
criaram uma idéia dentro de mim que eu pensava ser positiva,
mas não era.


Hoje eu vi sonhos jogados no chão
como o lixo
Vi que haviam alguns a venda,
e outros eram friamente asssassinados.


Morre um pouco de mim a cada dia,
cada dia eu sorrio menos,
eu falo um pouco menos
eu gasto um pouco menos


Me sinto um perdido dentro do eu,
um turista dentro de um turbilhão
de um forte furacão que as vezes
é bruto e violento.


Aprendo também uma série de coisas dia-a-dia
e quanto mais eu conheço o homem,
mas eu me apaixono por animais,
mas não deixo de reconhecer o fascinio


que as pessos exercem sobre mim.
Sou um navegante,
um explorador que sonha,
Um pobre ser acomodado com o nada que é.

segunda-feira, novembro 1

Que sente e que ama

Há dias e dias em nossas vidas.. É como a velha montanha russa.. Um dia lá embaixo, no outro lá em cima.. Eu consigo dar algumas voltas durante o dia, já que minha instabilidade é tamanha.. rs...
Ultimamente qualquer pessoa que me adicione no msn e me diga coisas bonitas vira meu amor de infância.. Credo, eu odeio essa carência afetiva que tomou conta de mim nesta semana. Cada estranho no messenger, no orkut ou no twitter era uma possibilidade de amor, de romance? Sera que estou precisando fazer sexo? rs...
Hoje é um dia em que eu estou meio bah.. Sabe quando vc está bah? Bem, se vc souber me conte. Provavelmente eu me apaixone por vc tmb! rs
Às vezes penso que sou um buscador que busca alguma coisa incansavelmente.. Mas, no fundo todos somos.. Alguns se permitindo mais do que outros.. Outros se perdendo durante o caminho, e outros ainda encontrando de maneira fácil, simples e direta.. Eu me perco e me permito.. Eu sou assim.. Um rio de sentimentos... uma fonte que nunca cessa.. Um humano que sente e que ama..