Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, outubro 29

Mais que isso

Sabe aqueles dias que você acorda com borboletas no estômago? Pois é, hoje eu acordei assim. Mas, as borboletas borboleteiam querendo a sensação de borboletear por alguém, um ser vivo e pulsante, alguém com um coração de verdade.
Confesso que sinto um medo enorme do amor. Às vezes ele é tão cruel e esmagador, tão amargo e dilacerante.
Devo confessar que sofro fácil, sofro algumas vezes só por que as borboletas se agitaram em um dia e no dia seguinte foram espantadas pela insana desilusão.
A razão é como se fosse o caçador, sempre quer capturar minhas borboletinhas e escondê-las em um lugar preso, sem espaço para que elas se agitem.
Na verdade, eu sou o grande caçador de borboletas. Eu com a minha razão, com meu status social, com a minha humanidade. Eu impeço as borboletas de se movimentarem, mas eu ao mesmo tempo quero! Como posso querer o que na verdade não quero?
Será que é tão difícil aceitar o amor? O amor é mais que isso.
Vou agitar as minhas borboletinhas, deixá-las livres para voar e borboletearam por onde quiserem, para quem quiserem.
O amor é mais que isso. Eu sou mais que ISSO.

quinta-feira, outubro 14

Mais uma

Essa é mais uma daquelas noites em que me sinto vazio e oco. Eu sempre abominei tal sentimento, não há nada pior do que ser incapaz de deitar a cabeça no travesseiro e não ter nenhum sorriso bonito para recordar. Já estou cheio de me sentir assim! Diariamente vivo em busca de encontrar algo, mas será que realmente venho me permitindo?
E difícil, mas hoje eu desejei um amor. Olhei para o céu e apenas pedi.
Cansei de ter uma vida equilibrada.. E na verdade o amor, talvez seja o desequilibrio fundamental para uma vida realmente equilibrada, se é que me entendem..
Na verdade eu nao tinha muito o que postar hoje, entretanto queria postar.. Talvez quem sabe o próximo post seja um pouco mais elaborado ou mais tocante... Entretanto, estas são as palavras que trago agora em meu coração.

sábado, outubro 9