Ocorreu um erro neste gadget

domingo, agosto 2

Não eu

Hoje em dia o campo
me prece tão simples,
cheio de vida, porém
um bocado parado

Levar meus discos, meus
livros e meus amigos
parece-me uma forma
de isolamento do resto

do mundo.
E confesso que ele tem
andado tão nojento e
instável, que talvez

até seja interessante
privar-se de todos
em troca de segurança,
conforto e tranquilidade . . .

Mas não eu,
eu não me interno no meio
do mato para me livrar dessa
sociedade demente,

onde na
verdade eu consigo ser
pior do que eles.
Pior !

Nenhum comentário: